Flórida Keys, nos vemos em breve!

Estou de coração partido. O Irma destruiu parte de uma das minhas grandes paixões desde que me mudei pra Miami, a Flórida Keys, um conjunto de pequenas ilhas conectadas por uma estreita faixa de terra que começa no sul da Flórida e termina em Key West, cidade localizada no mais extremo sul dos Estados Unidos, a 270 Km de Miami.

Mapa mostra Flórida Keys ao sul da Flórida!

Fica difícil de se conformar. Como pode um paraíso ser devastado de um dia para o outro? Como pode pessoas com alto senso de comunidade e humildade ligadas à natureza serem surpreendidas pela própria natureza?

Paisagem de Big Pine Key.

Nosso amor (meu e do meu marido) pela Flórida Keys começou em 2015 desde a primeira vez em que fomos para Key West parando nas ilhas de Key Largo, Islamorada e Big Pine Key, uma das ilhas localizada nas Lower Keys, região mais afetada.

Primeira vez que fomos às Keys. Foto no bar Alabama Jack’s em Key Largo.

Além de natureza pura e paisagens exuberantes, amamos os lugares por serem rústicos e autênticos. E as pessoas por serem quem são, sejam os hippies de Key West, os pescadores de Islamorada ou os idosos bebendo cerveja nos bares de Key Largo.

Robie’s of Islamorada. Hoje, devastado.

Voltamos para comemorar o aniversário de casamento. Voltamos para levar amigos e familiares e voltamos para conhecer os lugares onde foi gravada a série Bloodline, da Netflix, um mais paradisíaco do que o outro.

Parada na estrada rodeada de mar.

No último dia 04, um aviso de que o maior furacão já formado no Atlântico estava à caminho foi o suficiente para que o governo da Flórida mobilizasse uma evacuação das Keys.

No fundo, acreditava que era apenas uma medida preventiva. No sábado, já tínhamos uma ideia que o pior poderia acontecer. O Irma saiu de Cuba, infelizmente deixando vítimas no nosso vizinho, e seguiu com sua fúria para bater de frente com as Keys.

Foto no Robbie’s of Islamorada que foi devastado pelo Irma.

Em Big Pine Key, tocou o chão como categoria 4 com ventos de mais de 210 km/hora. Sobrou para todas, Key West, Islamorada, Marathon, Key Largo e outras menores.

Uma semana depois, 9 mortes foram contabilizadas. Cerca de 25% das casas foram derrubadas e 65% está comprometida. Barcos foram contorcidos. Árvores foram partidas ao meio. A US 1 Highway 1, rodovia que liga Miami às Keys, permaneceu fechada, mas já voltou a receber carros dos residentes que começam a retornar.

Até hoje ainda não havia energia, água, internet, nem torre de celular. Nossos restaurantes favoritos estão cobertos por lama e entulho. Mais de 100 mil moradores aguardam em abrigos. O ponto positivo de tudo, não houve vítima fatal.

+ Veja aqui fotos das Keys depois do Irma
+ Video da CNN mostra as Keys depois do Irma
+ Moradores retornam para as Keys

*Na foto, símbolo de Key West, que marca o ponto mais extremo ao Sul dos EUA antes e depois do Irma.

Todos os dias desta semana, tenho pensado no povo das Keys. Penso que se reerguer não será fácil, não será rápido, mas tenho certeza que vão conseguir.

Não vejo a hora de poder voltar, explorar e respirar a Flórida Keys para fazer um post lindo, cheio de fotos, de pessoas e de paisagens espetaculares. Quem sabe eu não te inspiro a voltar ou então incluí-la na sua viagem assim que possível.

Keys, nos vemos em breve!

Preparação para o por do sol de Key West.
Como ajudar as Keys e outras ilhas do Caribe

Enquanto a Flórida Keys enfrenta seu maior desafio, governo federal, estadual e moradores da Flórida e de outros estados mobilizam recursos para ajudá-la. Se você mora nos Estados Unidos ou fora e também quer colaborar, veja abaixo a lista de instituições e meios para ajudar:


Doando seu tempo

Volunteer Florida

American Red Cross 

Para enfermeiros


D
oando abrigo

AirBnb
Se você tem um imóvel listado no AirbNb na região pode oferecer hospedagem às vítimas do Irma.


­Doando Dinheiro

GoFundMe – Especial Florida Keys

GlobalGiving – Especial Irma

The American Red Cross – Especial Irma

The Salvation Army – Especial Irma

Save the Children – Especial Irma

Pelicanos da Flórida Keys!
+ Miami depois do Irma

Comentários

Comentários

Deixe um comentário