24 horas na Flórida Keys

*Algumas ilhas da Florida Keys estão em recuperação após a passagem do furacão Irma. Mas é possível ir para Key West e parar em alguns dos restaurantes do post que também já se reerguerão.  Veja abaixo!

Post publicado em 28 de março de 2016.

Finalmente, conhecemos a Flórida Keys, um conjunto de pequenas ilhas conectadas por uma estreita faixa de terra que começa no sul da Flórida e termina em Key West, cidade localizada no mais extremo sul dos Estados Unidos, a 270 Km de Miami e apenas a 144 km de Cuba.

Fonte: Google Maps
Fonte: Google Maps

Do centro de Miami à Key West, são 3h30 de viagem. Mas até lá, há um longo e paradisíaco caminho pela frente através da Overseas Highway, rodovia interligada por 42 pontes sobre o mar turquesa. Uma das pontes mais famosas, a Seven Mile Bridge (11km) já foi cenário de séries e filmes e é considerada uma das construções mais extraordinárias do País.

+ 7 cenários da Flórida Keys que estão na série Bloodline
Seven Mile Bridge. Ponte para Flórida Keys. Foto: KeysAir Aviation
Seven Mile Bridge. Ponte para Flórida Keys – Foto: KeysAir Aviation

A possibilidade de aproveitar o trajeto do início ao fim é, para mim, uma das características mais fantásticas da viagem à Flórida Keys, que, além de Key West, conta com outras ilhas conhecidas como Key Largo, Islamorada, Marathon e Big Pine Key.

+Chip de celular para usar internet nos EUA

Nós – eu e o meu marido – fizemos o percurso de Miami até a Flórida Keys com 4 paradas pelo caminho até chegar em Key West, onde passamos uma noite. No total, a viagem durou 24 horas. Se você quer sentir de fato a energia das Keys, não recomendo fazer o programa em menos tempo. Se o objetivo é conhecer mais a fundo a natureza e praticar esportes aquáticos na região, o ideal é ficar mais tempo, pelo menos 2 dias.

Visual do trajeto de Miami para Key West.
Visual do trajeto de Miami para Key West. Foto: Enjoy Miami

Nossa experiência na Flórida Keys

4 Pontos de Parada
1- Key Largo – Alabama Jack’s (ABERTO)
Alabamas Jack's - Key Largo
Alabamas Jack’s – Key Largo
Vista do Alabama Jack's.
Vista do Alabama Jack’s.

Após dirigir 1 hora de Miami sentido Flórida Keys, desviamos um pouco do caminho para conhecer o Alabama Jack’s, em Key Largo. Descobrimos o restaurante – super rústico – assistindo a série da Netflix Bloodline, que foi filmada na região. Por isso, a parada já estava prevista na nossa programação. Mas não imaginava que íamos nos surpreender tão positivamente. Além do ambiente casual, a vista para água e a comida são de fazer você querer voltar mais vezes. O carro chefe da casa é o Conch Fritter –  um prato típico feito com conchas encontradas nas Keys. Optamos, porém, pelo Crab Cake Side (bolinho de caranguenjo) e Fried Fish Fingers (peixe frito). Foi o melhor crab cake que já comi. Simplesmente delicioso! O peixe também estava saborosíssimo. A conta total, incluindo cerveja e gorjeta, saiu U$ 27.

Bolinho de caranguejo, peixe e batata-fria do Alabama Jack's.
Bolinho de caranguejo, peixe e batata-fria do Alabama Jack’s.

Dica: Nos horários de pico do almoço e na alta temporada, você pode enfrentar fila para conseguir almoçar no Alabama Jack’s. Chegamos meio-dia e conseguimos uma ótima mesa sem ter que esperar! Endereço: 58000 Card Sound Rd.

2 – Robbie’s of Islamorada (ABERTO)
Robbie’s. Foto: Enjoy Miami
Robbie’s. Foto: Enjoy Miami

Uma hora depois, já na ilha de Islamorada, paramos no Robbie’s – um local que reúne restaurante, lojinhas de artesanato e atividades como pesca e Kayak. Fica no caminho, ou seja, você não precisa desviar seu trajeto. Basta entrar à direita no endereço indicado abaixo. Na verdade, este destino não estava na nossa programação, mas o avistamos de longe, do carro, e decidimos parar. Nossa passagem foi rápida mas o suficiente para nos deslumbrarmos com o visual que ganha ainda mais vida com a presença de peixes gigantes – é possível vê-los porque a água é transparente – e dos pelicanos marrons, símbolos da Flórida.

Pelicanos no Robbie’s. Foto: Enjoy Miami
Pelicanos no Robbie’s. Foto: Enjoy Miami

Endereço: 77522 Overseas Hwy, Islamorada.
Site: www.robbies.com

– Bahia Honda State Park – Big Pine Key (EM RECUPERAÇÃO)
IMG_3652
Bahia Honda State Park. Foto: Enjoy Miami

Aqui é parada obrigatória! Mesmo sem sorte de pegar um dia ensolarado – estava ventando e com muitas nuvens – o Bahia Honda State Park foi um dos lugares mais lindos em que já estive na Flórida. Fica a 30 minutos de Key West. Você entra de carro e após estacionar pode visitar os dois lados da ilha. De um, o mix de cores azuis e verdes da água somado à uma antiga ponte de ferro ao fundo tornam a paisagem única. Do outro, o mar transparente, raso e quente é daqueles que você entra e não quer sair mais. O parque é conhecido também por abrigar plantas e animais raros. Você tem acesso à aluguel de Kayak, Stand up Paddle e snorkel. Para entrar, é preciso pagar uma taxa por veículo (em média $9). No local, há banheiros e duchas.

Bahia Honda State Park. Foto: Enjoy Miami
Bahia Honda State Park. Foto: Enjoy Miami

Endereço: 36850 Overseas Highway, Big Pine Key.
Site: bahiahondapark.com

 4 – Key West (ABERTA)

Chegamos ao fim da tarde do sábado no nosso destino final, Key West. Conseguimos aproveitar um pouco da praia em frente ao hotel, a Smather’s Beach. É uma praia tranquila com um pôr do sol bonito. Aproveitamos à noite para passear pela famosa Duval Street, principal rua do centro com bares, lojas e agito. Mas o ponto alto da noite foi jantar no restaurante Blue Heaven (abaixo).

Noite na Duval Street, em Key West.
Noite na Duval Street, em Key West.

Jantar em Key West

Com ambientes externo e interno, o Blue Heaven faz o estilo descolado com a vibe tranquila da Flórida Keys. Mas o que faz você se sentir em um verdadeiro “céu azul” é a comida. Tanto o meu prato (sea scallops) – quanto o do meu marido (yellowtail snapper) – estão entre os melhores que já pude experimentar na vida. E para fechar a noite, pedimos A Key Lime Pie – uma espécie de torta de limão clássica da região. Não comi outras, mas a do Blue Haven é algo literalmente divino feito por anjos da cozinha 🙂

Reserve antes para não ter que esperar. Cardápio, preços e endereço no site: www.blueheavenkw.com

Restaurante Blue Heaven - Key West
Restaurante Blue Heaven – Key West
Key Lime Pie do Blue Heaven
Key Lime Pie do Blue Heaven

Domingo em Key West

No dia seguinte, tínhamos duas opções: Fazer um passeio em alto mar com a possibilidade de praticar esportes aquáticos (mais informações abaixo) ou explorar Key West. Como o tempo estava nublado, optamos por passar mais tempo na cidade. Andamos pelas ruas do centro passando pelo historic Seaport (pequeno porto histórico) Southemost Pointe – o marco do ponto mais extremo ao sul dos Estados Unidos. Há uma pequena fila para tirar fotos, mas vale a pena esperar pelo clique. Também passamos pelas placas do 0 mile, que marca o início e o fim da rodovia US 1, e pela Duval Street onde compramos alguns souvenirs. Outra sugestão é assistir ao famoso pôr do sol na Mallory Square.

Southernmost Point - Key West.
Southernmost Point – Key West.
0 Mile da US 1 - Rodovia que corta os EUA.
0 Mile da US 1 – Rodovia que corta os EUA.
Souvenirs de Key West
Souvenirs de Key West

Esportes aquáticos em Key West

Por conta do mal tempo, não fizemos passeios aquáticos, mas se você tiver esse objetivo, recomendo a empresa Fury. Os passeios mais indicados são: o Island Adventure – passeio de barco que leva o visitante à áreas intocadas para fazer snorkel e kayak; e o Ultimate Adventure, que oferece parapente, jet ski e kayak. Reserve com antecedência ou procure um dos vários quiosques da empresa espalhados pela cidade.

IMG_3386

Hospedagem e melhor época para ir

Key West é pequena. No Centro você estará melhor localizado, mas também poderá ter sua noite de sono comprometida pelo barulho da rua. Nós optamos por um hotel um pouco mais afastado, a 10 minutos da Duval Street, o Sheraton Suites Key West. O hotel oferecia transporte até o centro a cada meia hora, o que facilitou a logística.

Hotel em Key West
Hotel em Key West

De um modo geral, se hospedar em Key West pode sair muito caro, já que a cidade é pequena para o grande fluxo de turistas. Por isso, programe sua viagem em épocas de baixa temporada e de preferência em dias de semana. Nos fins de semana e feriados, o preço dos hotéis aumenta muito!

+12 pousadas para ficar em Key West

Tempo

Como todos os lugares do mundo com belezas naturais, a Flórida Keys não será a mesma se o tempo estiver chuvoso. Por isso, evite épocas de chuvas intensas. O calor do verão da Flórida – junho a agosto – também pode comprometer os passeios feitos no meio do dia, pois o clima é muito quente e úmido o que pode tornar um programa ao ar livre exaustivo.

Pôr do sol na Smather's Beach
Pôr do sol na Smather’s Beach

Curiosidades sobre a Flórida Keys

Os galos

Uma das cenas mais peculiares de Key West são os galos e galinhas andando pelas ruas. Isso mesmo, você verá as aves ciscando por toda a ilha, até mesmo no meio da movimentada Duval Street. Segundo alguns moradores, os animais foram levados para lá pelos milhares de refugiados cubanos que chegaram à ilha após a revolução nos anos 50 e 60. Lá ficaram e se reproduziram. Dizem também que antigamente era comum na cidade ringues de briga de galo. Hoje, a mensagem é de preservação das aves que se tornaram símbolo da cidade.

IMG_3464

As pessoas

Tão fascinante quanto a flora e a fauna da Flórida Keys, são os moradores da região.  Uma mistura de artistas, escritores, chefes, músicos, hippies e apaixonados pelo universo marítimo torna o local ainda mais místico. O premiado escritor norte-americano Ernest Hemingway, por exemplo, foi uma das figuras icônicas que viveram em Key West. A casa onde ele morou virou museu e hoje abriga um rico acervo sobre o seu trabalho e sua história.

Moradores e turistas na Duval Street.

Moradores e turistas na Duval Street, em Key West.

A torta de limão

A Key Lime Pie, uma espécie de torta de limão coberta de espuma de clara é a sobremesa oficial da Flórida Keys. Você encontra em praticamente todos os restaurantes e em lojas especializadas na receita. A versão mais provável para o surgimento da torta é que a cozinheira do primeiro milionário da Flórida William Curry, conhecida como Aunt Sally, criou a receita para a família perto dos anos 1800, em Key West. Mais tarde, a receita foi documentada e se espalhou pela cidade. (Fonte: whatscookingAmerica.net).

Casa de Key Lime Pie em Key West - Foto: Enjoy Miami
Casa de Key Lime Pie em Key West – Foto: Enjoy Miami
Key Lime Pie - Restaurante Blue Heaven - Foto Enjoy Miami
Key Lime Pie – Restaurante Blue Heaven – Foto Enjoy Miami

FIM!!!

O que achou da Florida Keys?

Comentários

Comentários

6 comentários em “24 horas na Flórida Keys

    • 20/08/2017 em 9:32 pm
      Permalink

      Oi Paloma, depende de cada ano, mas de modo geral é um mês bom porque ainda está quente mas não tão quente como no verão!
      Abs

      Resposta
  • 03/08/2017 em 10:47 pm
    Permalink

    Olá, Mariana! Vou a Miami daqui a 1 semana. Tenho só 10 dias e a intenção é ficar mais em Miami mesmo. Por isso, vou arriscar um bate e volta à Key West de carro. Se eu resolver ficar por lá uma noite, você acha que consigo hotel na hora?

    Resposta
  • 29/03/2016 em 4:55 pm
    Permalink

    Muito bom Mari…. pq se fosse esperar o seu marido mandar as fotos pra gente…. acho q era mais rápido eu voltar praih….rs.

    Tentamos ir ano passado, mas chegamos só até a metade só, meu sobrinho nao aguentou a viagem… vai ter q ficar para a próxima, ainda mais agora com a descrição, detalhes e fotos. Nos aguardem =P

    Resposta
    • 29/03/2016 em 5:01 pm
      Permalink

      Obrigada Fu!!! Que bom que gostou do post… Lembro que vocês tentaram, mas a viagem para crianças pequenas é realmente cansativa. Na próxima vez, vamos com certeza pra lá!!! Bjos

      Resposta

Deixe um comentário