Dry Tortugas, um destino que você precisa conhecer

Sabe aqueles lugares que marcam a sua vida quando você conhece ao vivo? Foi esse sentimento que tive ao desembarcar no Dry Tortugas National Park, um dos parques nacionais mais remotos dos Estados Unidos. Já havia visto fotos do destino, mas nada se comparou a experiência de pisar na ilha localizada a 70 milhas/112 Km de Key West, maior cidade da Flórida Keys.

Recebidos por pelicanos na chegada ao Dry Tortugas. Foto Enjoy Miami
Recebidos por pelicanos na chegada ao Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami

Para planejar o passeio, veja abaixo todas as dicas e fotos extras ao final do post 🙂

O que é o Dry Tortugas

O Dry Tortugas National Park é um parque protegido por leis federais porque se trata de uma área de extrema importância natural e histórica. Composto por um conjunto de sete ilhas cercadas de água que varia entre tons azul turquesa a verde esmeralda, o local é rico em diversidade de plantas e animais. A única ilha aberta a visitantes é a Garden Key, onde foi erguido, em 1846, o imponente Fort Jefferson, terceiro maior forte americano construído para controle da navegação no Golfo do México.

Dry Tortugas National Park. Foto: Enjoy Miami
Dry Tortugas National Park. Foto: Enjoy Miami

Como chegar ao Dry Tortugas

Há apenas duas maneiras de ir ao Dry Tortugas: De ferry boat ou hidroavião. Primeiro, vou falar sobre o barco, que foi o nosso meio de transporte. Há apenas um ferry oficial que sai todos os dias do Porto Histórico de Key West para o Dry Tortugas, o Yankee Freedom III. Ele é grande e confortável, com cadeiras e mesas, ar condicionado e simpáticos tripulantes. Você embarca 7:30am para sair às 8am. O trajeto até o destino final dura duas horas e 15 minutos. Na primeira hora, é oferecido um café da manhã dentro do barco. Você chega ao parque às 10:15am e tem até 2:45pm para aproveitá-lo. A chegada em Key West acontece às 5:30pm.

Ferry boat e Seaplane autorizados a entrar na ilha. Foto: Enjoy Miami
Ferry boat e Seaplane autorizados a entrar na ilha. Foto: Enjoy Miami

O que fazer no Parque

Você tem em média 4 horas e meia livres para aproveitar o Dry Tortugas. Neste tempo, é possível fazer um tour pelo histórico Fort Jefferson, observar a natureza, tirar dezenas de fotos e aproveitar a água cristalina para se refrescar e fazer snorkel. O equipamento de snorkel está incluso no passeio. É só retirá-lo na entrada do parque. Há ainda um almoço servido dentro do barco. A refeição é um sanduíche que você personaliza com produtos frescos.

Entrada do Fort Jefferson. Foto: Enjoy Miami
Entrada do Fort Jefferson. Foto: Enjoy Miami

Como funciona o snorkel

Nós aproveitamos o calor, o sol e água cristalina e passamos 80% do tempo dentro dela fazendo snorkel. Foi a minha primeira vez e amei! Há algumas áreas específicas para a atividade. Não conseguimos ver peixes grandes e tartarugas, mas é lindo mesmo assim. Tem coral, estrela do mar e peixinhos menores. As crianças ficam enlouquecidas. Por isso, também recomendo o passeio com os pequenos.

Snorkel em uma das áreas do Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami
Snorkel em uma das áreas do Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami

Como reservar o passeio

Como apenas um ferry é autorizado a aportar na ilha diariamente, recomendo fazer a reserva com antecedência pela internet. Basta clicar aqui e acessar Book Online. Coloque a data e siga os passos inserindo suas informações. O pagamento, neste caso, deve ser feito com cartão de crédito. Há também a possibilidade de contratar o passeio em Key West no quiosque localizado na 240 Margaret Street ou pedir informações no seu hotel. O problema, porém, é que há grandes chances de estar esgotado.

Yankee Freedom III, ferry que leva os visitantes até Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami
Yankee Freedom III, ferry que leva os visitantes até o Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami

Quanto custa

O valor total cobrado no site inclui: transporte de ferry boat, taxa de entrada no Parque, café da manhã e almoço, tour guiado, equipamento de snorkel e taxas. Os valores consultados hoje (setembro/2016) são: $175 (adultos) $125 crianças e $165 (idosos e estudantes). Dica: Em baixa temporada, há promoções com cupons de desconto. Hoje mesmo, acessei o site oficial e após alguns minutos navegando apareceu um pop-up na tela com um cupom de $25 de desconto. Fique atento!

Vista de tirar o fôlego de cima do Fort Tomas Jefferson. Foto: Enjoy Miami
Vista de tirar o fôlego de cima do Fort Tomas Jefferson. Foto: Enjoy Miami
O que levar

Leve um documento com foto, dinheiro caso queira comprar souvenir (não aceita cartão) e acessórios de praia como toalha, protetor solar e óculos de sol. É um lugar de natureza preservada, por isso, não há estrutura como cadeiras e guarda-sol. Mas dá para se proteger nas sombras das árvores e das paredes do Forte. É recomendado também levar sapatilhas de borracha para caminhar em áreas de pedra. Não levamos e nem sentimos falta. O pé de pato incluso no equipamento de snorkel já ajuda. No barco, há ducha com água doce para tomar antes de voltar.

Relax antes de entrar na água cristalina do Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami
Relax antes de entrar na água cristalina do Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami
Clima

De acordo com funcionários do parque, em grande parte do ano, o clima é quente é úmido, mas chega a esfriar nos meses de inverno do hemisfério norte. A água também esfria nesta época é pode prejudicar a atividade de snorkel. A água é quase sempre transparente, mas pode ficar mais escura em épocas de ventos fortes. A empresa não devolve o dinheiro dos ingressos se o tempo estiver nublado ou chuvoso.

Outra área de Snorkel do parque. Foto: Enjoy Miami
Outra área de Snorkel do parque. Foto: Enjoy Miami
Regras 

Como o parque é regulado por leis federais, é preciso respeitar as regras de visitação. Algumas delas incluem: não tocar em animais, plantas e corais, não fumar e não deixar nenhum tipo de lixo na ilha.

Pelicanos e água transparente do Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami
Pelicanos e a água transparente do Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami
Como funciona o passeio de hidroavião

Assim como o Ferry, também há apenas uma empresa responsável pelo transporte em Sea Planes (hidroavião). Além de ter uma visão panorâmica do alto, a principal diferença é o tempo de viagem, apenas 40 minutos entre o aeroporto de Key West e o Dry Tortugas. Você economiza tempo, mas há um alto preço para isso. O custo da viagem é de $317 por pessoa (taxas e tarifa do parque estão inclusos). Veja mais informações e faça sua reserva aqui.

Hidroavião autorizado a entrar no Dry Tortugas. Foto Enjoy Miami
Hidroavião autorizado a entrar no Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami
Dicas para planejar a viagem

Como o ferry para o Dry Tortugas sai de Key West, o ideal é se hospedar na cidade pelo menos duas noites, já que você vai embarcar às 7:30 da manhã e voltar no fim da tarde cansado para dirigir 3 horas e meia até Miami. Nós ficamos duas noites e foi suficiente para fazer o passeio e ainda curtir os pontos turísticos da cidade. Se você estiver de carro, pode estacionar no Parking Gargage do Terminal, que fica no endereço Grinnell Street, 300. O custo médio da diária é de $12.

+ 12 pousadas para ficar em Key West

Dry Tortugas National Park. Foto: Enjoy Miami
Dry Tortugas National Park. Foto: Enjoy Miami
Cancelamentos

Caso você precise cancelar o passeio, o dinheiro só é devolvido se o cancelamento for feito até às 3pm do dia anterior pelo telefone da empresa. O passeio não é cancelado em dias de chuva, por isso, se você não quiser embarcar devido ao mal tempo é preciso cancelar um dia antes.

Uma das praias intocadas do Parque. Foto: Enjoy Miami
Uma das praias intocadas do Parque. Foto: Enjoy Miami
A história do Fort Jefferson

O tour pelo Fort Jefferson é disponível em inglês. Sua edificação se deu início em 1846 para controlar a navegação no Golfo do México. Estima-se que 16 milhões de tijolos foram utilizados na sua construção que continuou por 30 anos. Durante a Guerra Civil, ele foi utilizado como prisão. Um dos seus prisioneiros mais famosos foi o Dr. Samuel Mudd, condenado por cumplicidade no assassinato de Abraham Lincoln. Em 1935, o forte foi proclamado monumento nacional.

Ruínas do Fort Jefferson. Foto: Enjoy Miami
Ruínas do Fort Jefferson. Foto: Enjoy Miami
O nome Dry Tortugas

Quando o explorador espanhol Ponce De Leon descobriu a ilha em 1513, ele ficou fascinado com a enorme quantidade de tartarugas marinhas no local. Decidiu, então, chamar o conjunto de ilhas de “Las Tortugas”. Apesar da abundância de beleza natural, a água doce era escassa. Por isso, a palavra dry (seca) foi adicionada ao nome para alertar os navegadores e visitantes sobre a falta de água fresca no lugar.

Águas de Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami
Águas de Dry Tortugas. Foto: Enjoy Miami
O que achou do Dry Tortugas? Deixe um comentário abaixo 🙂

Obs. As fotos dão uma dimensão do que é o lugar, mas nada se compara com a experiência de ver com os seus próprios olhos. Aproveite e confira abaixo outros cliques!

*Todas as fotos do post foram produzidas é de uso exclusivo do Enjoy Miami. Para publicá-las em outros veículos, por favor, solicite autorização pelo e-mail enjoymiami.mari@gmail.com.

*Ingressos cedidos ao Enjoy Miami pelo Dry Tortugas National Park 

Snorkel. Foto: Enjoy Miami
Snorkel. Foto: Enjoy Miami
Snorkel. Foto: Enjoy Miami
Snorkel. Foto: Enjoy Miami
Snorkel. Foto: Enjoy Miami
Snorkel. Foto: Enjoy Miami
Dry Tortugas National Park. Enjoy Miami
Dry Tortugas National Park. Foto: Enjoy Miami
Dry Tortugas National Park. Enjoy Miami
Dry Tortugas National Park. Foto: Enjoy Miami
Dry Tortugas National Park. Enjoy Miami
Dry Tortugas National Park. Enjoy Miami
img_8451
Área de camping no Dry Tortugas National Park. Foto: Enjoy Miami
Área intocada do Dry Tortugas National Park. Foto: Enjoy Miami
Área intocada do Dry Tortugas National Park. Foto: Enjoy Miami
Deixando o Dry Tortugas! Foto: Enjoy Miami
Deixando o Dry Tortugas! Foto: Enjoy Miami

Veja o nosso vídeo no Dry Tortugas!

Comentários

Comentários

Deixe um comentário